Pesquisar este blog

sábado, 3 de fevereiro de 2018

DON CURZIO NITOGLIA: MAÇONARIA AMERICANA, MUNDIALISMO E TEOCONSERVADORISMO




D. Curzio Nitoglia
[Tradução: Gederson Falcometa]


• Os teoconservadores italianos (Ferrara, Pera, “Aliança Católica”, “Lepanto Foundation” e afins) repetem que a maçonaria anglo-saxã e especialmente a americana não têm (quase) nada que a distancie do catolicismo e que a civilização dos EUA representa uma espécie de novo “Sacro Império Romano”, que constitui uma muralha com a Igreja contra o perigo do comunismo e do islamismo [1], esquecendo-se voluntariamente do judaísmo talmúdico ou até procurando conciliá-lo com o cristianismo, como faziam os “judaizantes” condenados pelo I Concílio de Jerusalém (50 d.C.) com relação a São Pedro Papa (cf. a jornada de conferências judaico-cristãs mantidas por Roberto De Mattei, da Giorgio Israel [2], e por Emanuele Ottolenghi, na Universidade Regina Apostolorum dos “Legionários de Cristo”, em Roma, 2008).

Postagens mais visitadas

D. DAVIDE PAGLIARANI: A HERMENÊUTICA DA HERMENÊUTICA - SEGUNDA PARTE: CONSEQUÊNCIAS ÚLTIMAS DA HERMENÊUTICA DA CONTINUIDADE

Don Davide Pagliarani Revista Tradizione Cattolica FSSPX Itália Março de 2010 Tradução: Gederson Falcometa A hermenêutica da continuidade en...