Pesquisar este blog

segunda-feira, 2 de março de 2020

SÃO JERÔNIMO: CONSELHOS PARA UMA QUARESMA SEM HIPOCRISIA



Breviário Romano
São Jerônimo
Tradução: Gederson Falcometa

O Breviário Romano, como uma arca muito rica, encerra em si um conspícuo número de inestimáveis pedras preciosas: os Salmos e as perícopes escriturais que veem diretamente de Deus, os harmoniosos cantos compostos pela Igreja, e enfim, as palavras inspiradas dos Santos Padres e Doutores. Acreditamos então que é “verdadeiramente digno,justo, conveniente e salutar” retomar algumas destas lições patrísticas que a Igreja Romana faz os seus sacerdotes lerem no presente tempo quaresmal, e oferecer ao Leitor que, se quiser, poderá tirar-lhe matéria de meditação e ponto de partida para uma sempre mais intensa e profícua vida espiritual.

Mas eu vos digo: «Amais os vossos inimigos; fazei bem àqueles que vos odeiam». Muitos, medindo os mandamentos de Deus da sua fraqueza e não da virtude dos Santos, lhe estimam a observância impossível: e pretendem que baste a virtude não odiar os inimigos: e que mandar depois amar-lhes ser um preceito superior a natureza humana. Ora, é sabível que Cristo não prescreve coisas impossíveis, sim ações perfeitas. Assim fez Davi com Saul e com Absalão: assim o Mártir Estevão rezou também pelos seus inimigos que o apedrejavam: Paulo desejou ser anátema para os seus perseguidores. O próprio Jesus lhe ensinou e praticou dizendo: «Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem».

«Se quereis ser filhos do vosso Pai que está nos céus». Se observando os divinos preceitos nos tornamos filhos de Deus, então não se é seu filho por natureza, mas pela sua vontade. «Então, quando tu deres esmola, não toques trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas estradas para serem honrados pelos homens». Quem toca trombeta ao dar esmolas, é um hipócrita. Quem jejuando desfigura o seu rosto para demonstrar com a sua fisionomia que o seu estômago está vazio, esse também é hipócrita. Quem prega nas sinagogas e nos ângulos das praças para ser visto pelos homens, é um hipócrita.  

A conclusão de tudo isto é, que são hipócritas aqueles os quais, seja lá que coisa for, a fazem para serem glorificados pelos homens. E tal me parece também aquele que diz a seu irmão:«Permita-me tirar a palha de seu olho»: por fazer isso por vanglória, para aparecer justamente ele mesmo. Portanto, diz a ele o Senhor:«Hipócrita, tira primeiro a trave que encobre o teu olho». Não a aparência, portanto, da virtude recebe recompensa de Deus, mas sim o seu motivo. E se tu desvia um pouco do caminho reto, não importa que vá para a esquerda ou para a direita, tento tu deixado a verdadeira estrada.

São Jerônimo, Comentário aos cap. 5 e 6 de Mateus. Lições 1,2,3 do Matutino da Quinta-feira depois das Cinzas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

D. DAVIDE PAGLIARANI: A HERMENÊUTICA DA HERMENÊUTICA - SEGUNDA PARTE: CONSEQUÊNCIAS ÚLTIMAS DA HERMENÊUTICA DA CONTINUIDADE

Don Davide Pagliarani Revista Tradizione Cattolica FSSPX Itália Março de 2010 Tradução: Gederson Falcometa A hermenêutica da continuidade en...